fbpx

6 indicadores de RH que a sua startup precisa acompanhar

  • Solides
  • maio 12, 2022
  • Nenhum comentário

Indicadores de RH são fundamentais em empresas de qualquer porte, inclusive nas startups. Isso porque, funcionam como um termômetro, já que são números que revelam se as ações realizadas são efetivas ou precisam ser revistas. 

Nesse sentido, contar com o apoio do setor de RH é fundamental, tanto para fazer a gestão de pessoas de forma eficiente quanto para atingir os objetivos definidos no planejamento estratégico.

Neste post, confira o que são indicadores de RH e quais são os 6 principais para auxiliar as startups na conquista de resultados de alto impacto. 

O que são indicadores de Recursos Humanos?

Indicadores de RH ou Indicadores de Desempenho (em inglês, Key Performance Indicator – KPI) são instrumentos utilizados para medir a performance dos processos nas empresas.

Nesse sentido, os KPIs devem estar alinhados aos objetivos da organização, e no setor de Recursos Humanos não é diferente. Mensurar os níveis de desempenho e o sucesso das ações na gestão de pessoas é essencial para o negócio.

Para Mônica Hauck, Founder e CEO da Sólides, a tomada de decisões baseada em dados é fundamental para o sucesso de qualquer negócio. 

“Ter dados trabalhando ao meu favor significa que as minhas decisões sobre a gestão de pessoas se tornam muito mais acertadas. Isso permite que as organizações operem com mais agilidade, eficiência e estratégia”, destaca Mônica. 

Hoje, a utilização de KPIs se tornou importante em uma área que, há muito tempo, deixou de ser apenas burocrática para se tornar mais estratégica, humana e integrada aos objetivos organizacionais. 

6 indicadores de RH para acompanhar nas startups

As startups se destacam pelo dinamismo e pela liberdade de inovação empresarial. Nesse contexto, contar com um departamento de Recursos Humanos bem estruturado é uma chave estratégica para valorizar colaboradores e fortalecer a cultura do negócio. 

Os indicadores de Recursos Humanos e as funções do setor vão além das tarefas operacionais. Na verdade, é muito mais que isso: incluem planejamento estratégico e acompanhamento de resultados.

Confira a seguir 6 indicadores de RH fundamentais para alcançar melhores resultados na sua startup.

1. Recrutamento e Seleção

Mostra o tempo gasto para preencher uma vaga durante todas as etapas do processo, da publicação até a contratação. 

Conhecer estes dados é importante para enfrentar a queda de produtividade das equipes, com gaps no setor considerando o tempo de preenchimento de vagas em aberto. 

Os indicadores de R&S ainda servem como base para avaliar o trabalho do recrutador, o tempo utilizado para concluir um processo de seleção eficiente e o número de contratações realizadas em determinado período. 

2. Rotatividade ou turnover

Empresas onde ocorrem muitas demissões, voluntárias ou não, precisam entender as razões dos desligamentos. Definir métricas para controlar a rotatividade contribui para analisar a qualidade do ambiente de trabalho e a eficácia de planos de carreira, além de benefícios corporativos e política de salários, por exemplo. 

Ao identificar os indicadores que explicam as altas taxas de turnover, a gestão de pessoas pode qualificar planos de cargos e salários. Além de promover benefícios e, principalmente, rever metas e objetivos organizacionais. 

3. Produtividade ou performance

Avaliar a performance de um grupo é possível a partir de três fatores: custo, tempo e qualidade. Conhecer os indicadores de produtividade, permite obter o melhor de cada colaborador e de cada setor.

Para calcular o índice de produtividade durante a jornada de trabalho, o RH pode usar uma fórmula simples: 

Produtividade (%) = produtos ou serviços gerados / recursos utilizados

Assim, a gestão de pessoas consegue avaliar a produtividade analisando qual setor produz mais, gastando menos (tempo ou recursos) com o mínimo de erros possível. 

4. Satisfação de colaboradores e clima organizacional

Para mensurar quão satisfeito (ou insatisfeito) o colaborador está, a gestão deve ver o profissional como um cliente, ou seja, compreendendo que ele tem desejos, dores, críticas e sugestões a respeito da organização ou do trabalho. 

Nesse sentido, pesquisas de clima e Net Promoter Score (NPS) funcionam muito bem, enquanto questionários com identificação ou entrevistas presenciais costumam gerar desconforto no colaborador. 

Portanto, estabeleça um método de abordagem que permita ouvir o profissional, dando espaço para que ele se expresse livremente, emitindo opinião sem se sentir constrangido. 

5. Headcount

O headcount analisa alterações no número de colaboradores durante determinado período. Assim, é possível saber se a equipe aumentou ou diminuiu, caracterizando o crescimento ou a estagnação do negócio. 

Com os resultados, o RH pode desenvolver organogramas mais precisos, reavaliar as demandas dos cargos e revisar jobs descriptions. 

6. Custo de Investimento em Benefícios

Representa quanto foi desembolsado com benefícios ao colaborador durante determinado período. Para calcular esse indicador, utilizamos dados fornecidos pelo headcount:

Custo de benefícios por colaborador = Total investido em benefícios / headcounts

Saber quanto é investido em benefícios corporativos permite definir um programa de vantagens útil para o colaborador e competitivo para a empresa no mercado. 

Próximo passo

Após conhecer 6 indicadores para RH importantes para começar a medir na sua startup, fica mais evidente o quanto a transformação digital é essencial e positiva para as empresas. 

Quer saber mais sobre como a tecnologia no setor de RH pode ajudar a alavancar os resultados do negócio? Confira o artigo sobre People Analytics, benefícios e veja como aplicar na sua empresa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *