fbpx

PDI: Entenda a importância do Plano de Desenvolvimento Individual na sua empresa

  • Solides
  • abril 30, 2021
  • Nenhum comentário

Você já parou para pensar que desenvolver seus colaboradores individualmente pode trazer importantes benefícios para a organização? Nesse sentido, o PDI é um programa de desenvolvimento bastante utilizado e pode melhorar a produtividade e a eficiência do seu negócio.  

Ficou curioso e quer conhecer melhor esse plano de ação? Continue a leitura deste post, pois explicaremos tudo agora!

O que é PDI?

O PDI ou Plano de Desenvolvimento Individual, é um programa que busca alinhar interesses da empresa e dos colaboradores, auxiliando no alcance de metas de curto e longo prazo. O plano de ação se relaciona tanto com a carreira dos profissionais quanto com a sua vida pessoal.

Assim, o PDI organiza ideias e desejos, ajudando a entender quais são as competências necessárias que precisam ser desenvolvidas em cada profissional para atingir suas metas.

Dessa forma, o programa é uma ferramenta importante de desenvolvimento que pode gerar resultados extremamente positivos para a organização. Isso porque, ele aumenta exponencialmente a motivação, a produtividade, o foco e a energia para o trabalho dos colaboradores.

Mas na hora de criar a estratégia, é importante contar com o acompanhamento de um mentor, coach ou gestor de pessoas. Esse tipo de profissional é mais qualificado para ajudar na identificação de objetivos e entender quais competências precisam ser melhor desenvolvidas.

Qual a importância dessa ferramenta para a empresa?

À primeira vista, pode parecer que o PDI favorece apenas o colaborador, mas não é bem assim. Investir no desenvolvimento de talentos também traz muito valor e pode transformar o crescimento da empresa. A seguir, explicamos melhor alguns dos benefícios do programa.

Equipes mais qualificadas

Apesar do PDI ser um programa individual, ele traz resultados coletivos e melhora a equipe como um todo. Isso acontece porque o profissional em desenvolvimento tende a levar a energia de aprendizado para o grupo em que está inserido, o que motiva uma maior busca de conhecimento e acaba trazendo novas pautas e ideias para tornar a equipe mais eficiente e qualificada.

Além disso, quando os profissionais têm seus próprios PDIs, eles caminham paralelamente em uma jornada de desenvolvimento, o que traz mais equilíbrio e sincronicidade à equipe.

Times de alta performance

Melhorar as qualificações e competências dos profissionais individualmente também pode fazer com que a equipe aumente sua performance. Isso porque, esse crescimento traz uma busca por mais eficiência e produtividade.

Assim, os colaboradores em desenvolvimento tendem a procurar ferramentas mais modernas e eficazes, o que os deixa mais preparados para lidar com desafios e imprevistos, levando a empresa a crescer em seu mercado de atuação.

Aumento da satisfação e retenção de talentos

As novas gerações não encaram mais os salários como os únicos atrativos de uma vaga de emprego. Hoje, buscam também empresas que estejam de acordo com seus valores e que possibilitem um desenvolvimento pessoal e um trabalho com propósito.

Desse modo, para que consigam atuar de forma eficiente e com produtividade, precisam estar em uma organização que traga motivação e que possibilite seu crescimento, tanto pessoal quanto profissional.

Nesse sentido, o PDI é uma importante ferramenta de engajamento, pois possibilita que o profissional enxergue onde pode chegar e atue com foco no resultado, sabendo quais serão os frutos de seus esforços.

Além disso, uma gestão que foca no desenvolvimento dos colaboradores demonstra que a empresa valoriza seus profissionais, o que faz com que eles se sintam priorizados. Dessa forma, o PDI também é uma excelente estratégia para a retenção de talentos.

Como fazer um PDI?

Antes de começar a elaborar o plano de desenvolvimento, é importante traçar um planejamento e se organizar. Para ajudar nessa etapa, listamos algumas dicas importantes.

Estabeleça planos e metas

Na primeira etapa, é preciso que o gestor, junto ao colaborador, trace as metas e objetivos de curto, médio e longo prazos. Para isso, é importante olhar para frente e estabelecer alguns desafios para os próximos meses.

Portanto, busque alinhar anseios pessoais e profissionais para que as duas áreas não entrem em conflito e defina quais metas precisam ser atingidas para chegar aos objetivos.

Defina um cronograma e calcule os custos

Para manter o foco, é importante estabelecer um cronograma de ações com prazos bem definidos, considerando o tempo necessário para desenvolver cada uma das metas. Contudo, é importante ser razoável na hora de estipular datas. 

Entenda que prazos muito apertados e difíceis de cumprir, podem acabar desestimulando o profissional e gerando frustração.

Outro fator importante a se considerar são os custos do desenvolvimento. Logo, é preciso que o RH determine com antecedência quais custos podem ser arcados pela empresa, tanto no que diz respeito a dinheiro quanto ao tempo.

Esse tipo de despesa pode estar ligada, por exemplo, a cursos de aperfeiçoamento, mentorias, eventos e aquisição de equipamentos e ferramentas.

Avalie pontos fortes e fracos

Para que o PDI seja implementado com eficiência é importante realizar um mapeamento de competências e uma análise situacional. Assim, é ideal identificar quais habilidades o profissional já tem e quais ele precisa desenvolver para alcançar suas metas.

Com esse mapeamento bem definido, fica mais fácil criar um plano de ação que vise aprimorar os pontos fortes e corrigir eventuais vulnerabilidades.

Analise a situação atual e parta para a ação

Com tudo em mãos, você já pode partir para a ação. Comece elaborando um documento que especifique prazos, competências e ações para desenvolver e que pessoas podem ajudar no desenvolvimento.

Aqui, é importante ter em mente que o PDI funciona em passos e, muitas vezes, será necessário mudar a estratégia durante o programa. No entanto, esse tipo de percalço não pode atrapalhar a motivação do gestor e do colaborador para alcançar o desenvolvimento.

Como vimos, o PDI é uma importante ferramenta para o desenvolvimento de colaboradores e reflete diretamente na qualidade das entregas e no crescimento do negócio. Ainda, que para implementar o programa na sua organização, é essencial um planejamento e um diálogo aberto com os profissionais.

Agora que você já conhece o PDI e entende sua importância, descubra como avaliar seus funcionários nesse e-book gratuito sobre avaliação de desempenho.

Este artigo foi escrito pela Sólides, plataforma completa de gestão de pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

" });