fbpx

+1 9093183240

contato@abstartups.com.br

Pitch Gov agora disponível para órgãos públicos de todo Brasil

Com duas edições em São Paulo e cases de sucesso como o Poupinha, agora a abstartups abre possibilidade para que outros lugares rodem o programa do Pitch Gov. Nosso objetivo é que ele cresça aumentando a conexão entre poder público e startups em busca de resolver novos desafios da gestão pública.

O Pitch Gov Open Source foi pensado para que governos federais, estaduais e municipais possam implementar o projeto por conta própria em sua região. Para isso, criamos um manual disponível para download contendo toda a documentação necessária, marca editável, plano de trabalho e dicas para ajudar na seleção de startups.

 BAIXE O MANUAL AQUI.

O que é o Pitch Gov?

Visando encontrar soluções práticas e inovadoras para  serviços públicos, o programa reúne e pré-seleciona startups que ofereçam alternativas para um desafio estratégico específico do governo.

Após as etapas de inscrições e processo seletivo, as startups finalistas participam do evento onde têm a oportunidade de apresentarem seu pitch, que é uma breve apresentação da startup, para uma banca de líderes da gestão pública, investidores, empreendedores de renome e outros profissionais especialistas na área. A proposta é que ao final das apresentações, os gestores já saiam com parcerias fechadas para implementar as melhorias a população, como foi o caso do Poupinha, resultado da primeira edição do Pitch Gov.SP

O Poupatempo de São Paulo tinha uma grande dificuldade porque cerca de 50% dos usuários se dirigiam às unidades de atendimento sem agendar, gerando filas e correndo o risco de não serem atendidos. Selecionada no programa, a startup Nama – Inteligência Artificial, lançou o Poupinha, um atendente virtual capaz de passar informações e agendar dia e horário de atendimento, além de aprender na medida que interagia com os usuários. Em pouco mais de um ano, o assistente realizou quase 3,5 milhões de agendamentos, com uma média de 18 mil usuários diariamente.

Segundo o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, “o Pitch Gov veio para construir uma ponte entre as necessidades do Estado e soluções inovadoras que são desenvolvidas a todo momento pelas startups, criando melhores serviços e tornando o ecossistema de negócios mais robusto”.

Como implementar o programa?

Agora, qualquer governo pode implementar um Pitch Gov e se conectar com startups. Para receber o toolkit com toda a documentação e materiais necessários, um responsável pelo programa deve fazer do download do Playbook no site (pitchgov.com.br) e concordar com o termo de uso, onde se compromete com as regras do programa. É válido lembrar que caso haja o descumprimento ou  reformulação não autorizada do programa, existe a possibilidade de cancelamento e proibição do nome (a abstartups é detentora da marca Pitch Gov).

Porque fazer um Pitch Gov?

Porque todos saem ganhando! Para os governos, é uma ótima oportunidade de encontrar soluções inteligentes e inovadoras para otimizar o atendimento à população. Para as startups, é a oportunidade de apresentar sua solução e contar com a estrutura governamental para testar as ferramentas em situações reais, ganhando experiência e notoriedade.

Ficou interessado? Quer mais informações? Baixe o playbook: http://pitchgov.com.br/#como-funciona

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *