O que um investidor procura (sem bullshit)

Você talvez nunca tenha tentado levantar investimento de venture capital, mas provavelmente algum dia você vai tentar. E antes que você comece aqui vão dois conselhos para fisgar um investidor.

Primeiro, não confunda fundabilidade (fundability) com viabilidade. Apenas algumas milhares de companhias por ano conseguem levantar venture capital. Essas companhias são financiáveis no sentido em que conseguiram fazer um investidor acreditar que elas podem vender pelos menos $100 milhões por ano dentro dos próximos 5 anos. Milhares de outras empresas não passam no teste de fundabilidade – ou, mais provavelmente, não se dão ao trabalho de ir levantar venture capital.

o que um investidor procura

Muitas dessas companhias são completamente viáveis, elas simplesmente não são financiáveis porque elas provavelmente não vão atingir as vendas de $100 milhões/ano que é o que um venture capitalist está buscando.  Isso se aplica a restaurantes, consultorias, blogs, livrarias e empresas de design. Ventures capitalists estão procurando o próximo Google, Apple, Microsoft, Cisco e Youtube. Eles não estão tentando te ajuda a construir um bom negócio de $10 milhões. No entanto, investidores anjo, família e amigos podem considerar isso um sucesso.

Segundo, não peça a nenhum investidor para assinar um NDA (non disclosure agreement), isso pode fazer você parecer ignorante. Venture capitalists e investidores anjos estão normalmente procurando três ou quarto acordos similares. Então, se eles assinarem o NDA e então financiarem outra startup, eles se expõe a processos. Se você encontrar um investidor que está disposto a assinar só para escutar a sua ideia, você provavelmente não quer o dinheiro dele.

Eu nunca ouvi falar de um venture capitalists ou anjos investidores roubarem uma ideia – honestamente, poucas ideias valem ser roubadas. Mesmo se sua ideia for uma delas, a parte difícil é implementar a ideia e não tê-la. Já ouviu a analogia entre procurar investidores e namorar? Bem, você não vai conseguir muitos encontros se a primeira coisa que sair da sua boca for: “Assine aqui o pré-nupcial”.

A seguir estão as características de um bom encontro para garantir um venture capitalist ou investidor anjo.

1. Realismo

Isso parece meio bobo, mas poucos empreendedores fazem. A maioria dos empreendedores focam em saltos rápidos para IPO ou aquisição. Não me entenda mal, mas venture capitalists e outros investidores não são necessariamente caras legais que querem buscar valor e mudar o mundo. Uma simples explicação é que empreendedores que tem valores e mudam o mundo normalmente também fazem dinheiro. Nada é mais atraente para venture capitalist que uma companhia que pode ter impacto no mundo.

2. Tração

O jeito mais fácil de provar que você tem um negócio real é gerar receita. Uma coisa é acreditar no seu pitch, outra é ter consumidores e fluxo de caixa. Se você mostrar tração, os investidores vão se tornar menos descrentes.  Basicamente, você está pedindo a eles que confiem em você e é muito mais fácil convencer alguém a saltar de um bote de mergulho do que da ponte Golden Gate. Se você não conseguir mostrar tração, então pelo menos traga referências de consumidores que basicamente diga, “se eles construírem isso, nós vamos comprar”.

3. Um negócio limpo

Investidores são pessoas ocupadas, por isso você precisa apresentar uma negócio limpo para eles. Isso significa que não é para ter um processo do seu ex-empregador contestando a autoria de propriedade intelectual ou um fundador descontente que é dono de 25% da empresa mas não faz nada além de sentar e reclamar. Quanto mais coisas o investidor tiver que limpar, menos ele vai estar interessado em você.

4. Seja direto

Se você te sujeiras que simplesmente não dá para limpar, não esconda e mostre logo. Não necessariamente na primeira reunião, mas rápido. Também é importante, ter um plano para consertar os problemas. A pior coisa que você pode fazer com um investidor é surpreendê-lo com más notícias, como um acordo com processos e conflitos escondidos na sua startup.

5. Inimigos

Ai de vocês que afirmam não ter competição. Isso significa que você não faz ideia do que está fazendo ou que está em um mercado que não existe. Investidores gostam de ver alguma competição, porque isso valida o mercado. O seu problema é explicar porque o seu produto é melhor. Se você realmente não tiver competição (e eu duvido disso) então diga que a Microsoft ou o Google talvez venham atrás de você, porque essas empresas querem tudo ou mostre ameaças competitivas em potencial.

Em tudo que você diz mostre que os resultados excedem as expectativas. Entregue um protótipo rápido. Entregue sua lista de referências rápido. Traga seus primeiros consumidores rápido. Feche parcerias rápido. Lance rápido. A única coisa que você não deve fazer rápido é ficar sem dinheiro enquanto tenta levantar dinheiro. Investidores raramente financiam navios que já estão afundando.

Esse artigo foi publicado originalmente por Guy Kawasaki no American Express Open Forum e foi traduzido e adaptado pela ABStartups.

About the Author:

Guy Kawasaki
Guy Kawasaki é o Cheif Evangelist na Canva, uma ferramenta on-line de design gráfico. Antes, ele foi conselheiro na unidade da Motorola no Google e Chief Evangelist na Apple. Ele também é o autor do "A arte das mídias sociais", "A arte de começar, "APE: Author, Publisher, Entrepeneur, Enchantment e nove outros livros. Kawasaki tem um BA em Standford e uma MBA na UCLA e também um doutorado honorário na Babson.
Quer garantir seu ingresso do CASE 2019 com desconto?Comprar agora
+ +