O que significa unicórnio no mundo das startups!


Ao ler esse título, talvez você tenha se decepcionado. Como assim, o que significa unicórnio? É só abrir um dicionário e ler, oras! Ledo engano.

Você, empreendedor, talvez não saiba. Mas o seu objetivo é, justamente, criar um unicórnio. E não, não estamos falando de um animal. Muito menos se tais bichos existem ou não.

Spoiler: eles existem.

No mundo das startups, os unicórnios são, certamente, o exemplo a ser seguido. Também, por motivos óbvios, são os objetivos a se alcançar. E a escola da palavra, aí sim, tem a ver com os animais.

Quando o empreendedorismo se confunde com o reino animal


Unicórnios são animais raros, como você bem sabe. Criar uma startup que se torne um unicórnio é tão raro quanto. E tudo envolve valores e definições.

De acordo com o dicionário, um animal unicórnio é “fabuloso, símbolo de força e pureza, representado em ilustrações medievais com um corpo de cavalo e cabeça de veado munida de um chifre único, comprido e enroscado”. Lindo, não? 

Os unicórnios no mundo das startups, podemos te garantir, também são incríveis.

Basicamente, esse é o nome que se dá para as startups que alcançam valor de mercado de um bilhão de dólares. 

E por que esse nome, afinal de contas?

A primeira pessoa a cunhar o termo foi Ailen Lee, fundadora da Cowboy Ventures, fundo de investimentos que apoia os empreendedores. A denominação surgiu em 2013. 

A pergunta, aqui, além de o que significa unicórnio, passou a ser o motivo desse nome, certo? Recorremos, novamente, ao mundo animal. 

Tudo nasceu em Seattle, nos Estados Unidos. Mas nada de grunge rock, Grey’s Anatomy ou futebol americano. Em um evento de empreendedorismo, Aileen afirmou que startups que rendem bons frutos são extremamente raras. Tal qual um unicórnio. Ficou claro agora, né?

A explicação foi além. De acordo com os cálculos dela, apenas 0,07% das startups se tornam unicórnios. 

Os ensinamentos e pensamentos de Aileen se mostraram certeiros. Em 2017, existiam apenas 227 unicórnios na Terra. Algo raríssimo, afinal. 

Mas a própria escolha da palavra exigiu criatividade da parte de Aileen. Por pouco o nome desse artigo não deixa de ser “O que significa unicórnio” para ser substituído por outra palavra qualquer no final.

Para sintetizar seu conceito, Aileen chegou a pensar em outros dois nomes. 

O primeiro foi home run. No baseball, isso significa a jogada máxima do esporte: quando o rebatedor coloca a bola para fora do campo. É a única jogada que, obrigatoriamente, vira uma pontuação.

Aileen também pensou em batizar seu conceito de mega hit. Em jogos de videogame de luta, significa que determinado golpe causou um dano muito forte no adversário.

O que significa unicórnio você já sabe. Mas… como chegar lá?

Uma das maneiras de fortalecer a marca da sua startup (e, quase que consequentemente, aumentar o valor de mercado dela), é fazer um Initial Public Offering. Ou, como é mais conhecida, um IPO.


Basicamente, o IPO é o momento no qual a startup abre seu capital e vai para a bolsa de valores. Como toda grande mudança, é um momento delicado. Mas, também, costuma ser um convite para novos aportes. Nós mesmos já falamos sobre esse assunto aqui.

Recentemente, um IPO que causou alvoroço foi o da Uber. Em 2018, Arco Educação e Stone, por exemplo, fizeram seus IPOs. Mas falaremos disso mais tarde.

Outros dois conceitos importantes

Embora o principal motivo do artigo seja explicar o que significa unicórnio, já abordamos, também, o que é um IPO. Chegou a hora, agora, de falar de valuation e scaleup.

O primeiro conceito é, basicamente, o valor de uma empresa. A partir do momento em que um investidor oferece determinado valor por uma companhia, está definido o montante que representa tal conceito.

Já scaleup é a denominação dada às empresas com alto crescimento. Há, porém, parâmetros bem definidos para isso. Esse aumento de receita e/ou número de funcionários deve ser de, no mínimo, 20% anualmente. E, ah! A empresa deve crescer 20% em três anos seguidos.

É importante destacar, também, que, para alcançar o status de scaleup, também é de fundamental importância apresentar ao mercado um modelo de negócios sustentável.

Você pode, por favor, me dar exemplos de unicórnios?

Como já dissemos aqui, unicórnios são raríssimos. Mas, retomando novamente o texto, cravamos o número de startups que chegam até esse nível. Em 2017, eram 227. Em março de 2018, já eram 263.

Em junho de 2019, esse número, obviamente, é maior. Mas algumas, obviamente, são muito conhecidas do mercado. E, principalmente: de você mesmo.

Nessa altura do texto, você já deve ter percebido que não é qualquer startup que se torna um unicórnio. Para as empresas chegarem a esse patamar, elas precisam ter algo muuuito bom. Ou melhor, mais de um ponto fora da curva.

Para um empreendedor, o que significa unicórnio é a concretização de um trabalho bem feito, basicamente. 

No geral, essas empresas trouxeram um grande diferencial para o mercado em que atuam. 

Elas, como você pode imaginar, são muito eficientes no serviço que oferecem ao seu público-alvo.

É o caso de algumas empresas que já citamos aqui no texto. A Uber, por exemplo. Nubank, 99 Taxi e PagSeguro são outros exemplos bem conhecidos do grande público.

Também falamos aqui da Arco Educação e Stone. A startup que cuida de iFood, Apontador e Sympla, a Movile, é outro unicórnio.

Há algo que une todas essas startups, além do fato de todas terem valor de mercado superior a R$ 1,1 bilhão

Todas elas são do Brasil-sil-sil. 

Há também, o caso da Brex. Embora não seja brasileira, ela foi fundada por um paulista e um carioca no mundialmente conhecido Vale do Silício.

Existem unicórnios mundo afora?

É claro, porém, que não é só no Brasil que existem unicórnios.

Entre as empresas, você certamente conhece o Pinterest, por exemplo. 

Aquele teste no Buzzfeed que você fez também ajudou a colaborar, de alguma forma, para que eles se tornassem um unicórnio.

Snapchat, Xiaomi, AirBNB, Netflix e Spotify recheiam a lista na categoria “unicórnios que se tornaram populares”

A lista é extensa, com empresas muito conhecidas do grande público e outras nem tanto. 

Para ver o logotipo de cada uma delas, separadas por segmento de atuação, clique aqui.

Super-unicórnio

Não, nós não estamos complicando ainda mais a situação. Aliás, pode ficar tranquilo. A notícia é muito boa.

Existem algumas startups que já somam US$ 100 bilhões em valor de mercado. 

Mais do que isso: você, certamente, conhece essas empresas. E tem boas chances de admirá-las.

Na classificação de Aileen Lee, o Google é o grande super-unicórnio da década de 1990. 

Sim, é isso mesmo. O Google começou como uma startup.

Na década de 2000, temos o caso de um super-unicórnio que virou até filme. 

Você pode não ter visto “A Rede Social”, mas conhece o “filme do Facebook”. 

E, sim, o Facebook é tido como o grande super-unicórnio da primeira década do terceiro milênio.


Duas últimas dicas

Agora que você já está inspirado, você, empreendedor, precisa ter dois pensamentos na cabeça.

O primeiro deles é quase um estado de espírito, na verdade. Chama-se paciência.

Então, pense em todas as empresas que listamos aqui como cases de sucesso. Elas, com certeza, não só acertaram em sua existência. Erraram bastante, também.

E aprenderam com os erros. Tiraram lições disso. Deram a volta por cima. E, hoje, valem mais de US$ 1 bilhão.

A segunda: os sócios. 

Não, você não precisa, obrigatoriamente, ter um. Mas, se é para ter, é muito desejável que você e a outra pessoa se complementem.

Isso não quer dizer que vocês precisam ser iguais ou diferentes. Mas pessoas que já têm alguma história juntos e conhecem pontos positivos e negativos do profissional possuem muito mais chances de levarem algo para o caminho do sucesso.

Você já deve ter ouvido alguém se queixar de grupos de trabalho ou de faculdade. 

Vai ver você mesmo já se queixou, inclusive.

Se essa sensação estranha já existe até mesmo em grupos como os citados, imagina ter um sócio que te deixe com essa impressão. Você se imagina tocando uma empresa de sucesso ao lado de um profissional do qual tem tantas queixas?

Você tem um apoio

Para fazer a sua empresa dar certo, você tem uma grande aliada. 

Aliás, está bem próxima dela. Na verdade, já a conhece. E está no site da instituição. 

A Associação Brasileira de Startups (Abstartups) é uma rede que ajuda a fomentar o empreendedorismo no Brasil. 

Por meio da empresa, é possível não apenas aprender o que significa unicórnio. O conteúdo e os ensinamentos gerados são apenas um dos pilares da existência da instituição.

É possível estabelecer conexões com outros empreendedores, o networking que todos precisam para crescer.

Além disso, também é possível participar de debates com profissionais e empresas privadas, públicas e do terceiro setor.

Por fim, ao se associar, também é possível ter incentivos para adquirir softwares e serviços estratégicos para a sua startup.

Para ser parte da Abstartups e ter tudo isso à disposição, você só precisa clicar aqui.

Compartilhe o conhecimento!

Agora que você sabe o que significa unicórnio, faça a sua parte.

Afinal, assim como você, muitos outros empreendedores podem ter acesso a tantas informações relevantes.

Por isso, não deixe de compartilhar o texto em suas redes sociais, e-mails e aplicativos.

O mundo do empreendedorismo agradece 😉

 

About the Author:

Ana Flávia Carrilo
Apaixonada por escrita, comunicadora por nascença e formada em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Acredita no acesso a informação como forma de transformação social. Atualmente, faz parte da equipe de comunicação da Associação Brasileira de Startups, ajudando a desenvolver o ecossistema empreendedor brasileiro.
Quer garantir seu ingresso do CASE 2019 com desconto?Comprar agora
+ +