fbpx

Metodologia OKR: como implementá-la na sua startup

Mobilizar a equipe em torno de um grande objetivo da empresa estipulando pequenas metas pessoais e coletivas entre os colaboradores. Essa é a principal característica da metodologia OKR (objectives key results). A prática pode ser adotada por empresas de qualquer porte e é muito indicada para startups que precisam otimizar a produtividade dos colaboradores. O principal benefício é a melhoria do desempenho individual deles e, por conseguinte, de toda a organização.

A metodologia OKR

Objectives é descrição do que se espera atingir. Key Results são uma maneira de medir se os objetivos estão sendo superados. A metodologia foi criada pela gigante Intel e assimilada por várias empresas de tecnologia, como o Google em 1999. Ou seja, há mais de 15 anos, essa metodologia é a estratégia utilizada por empresas consolidadas no mercado.

business, photography and startup concept - two smiling young women looking at digital camera at office

A implementação da metodologia OKR depende da participação de todos. Ela se diferencia da gestão de metas tradicional, pois boa parte dos objetivos é estabelecida pelos funcionários, que estão no dia a dia da empresa desempenhando as funções mais básicas e vitais. No modelo tradicional, somente os gestores e donos da empresa estabelecem o que é importante para a empresa.

Outra diferença da metodologia OKR em relação à gestão tradicional é o ciclo de definição das metas. Em vez de serem definidos e avaliados anualmente, os resultados são medidos por trimestre. Assim, os resultados são acompanhados com mais agilidade e se uma meta estiver muito distante, é mais fácil adotar novas estratégias para atingi-la.

A implementação de OKRs

Os OKRs devem ser simples, mensuráveis e todos devem conter números. Precisam também ser um consenso entre profissionais e gestores, portanto, a elaboração de objetivos deve ter a participação efetiva deles. É recomendado que cada profissional possua 5 objetivos com 4 resultados possíveis para cada um. Além disso, 60% dos objetivos devem ser escolhidos pelos profissionais e o restante pelas lideranças da empresa.

Avaliação dos resultados

No final do trimestre, os Key Results normalmente são medidos em uma escala de 0 a 1. Se o resultado for igual a 1, o sucesso foi total é o chamado Stretch Goal. Se for 0,6 ou 0,7 a key atingiu o resultado esperado. Qualquer indicador abaixo do 0,4 é um mal resultado. Para saber o resultado final de um OKR basta fazer a média dos key results. Caso a empresa atinja sucesso em todos OKRs é ideal estabelecer metas mais ousadas.

As razões para utilizar a metodologia OKR

Uma empresa realmente interessada em estabelecer um processo sério e estruturado para alcançar suas metas pode encontrar na metodologia OKR uma excelente solução. Ela se torna muito útil por ser uma ferramenta capaz de gerenciar os colaboradores a chegar aos resultados. Por isso, a etapa de definição dos objetivos e avaliação dos resultados devem ser feitas com total seriedade, respeitando a realidade da empresa. Não adianta estabelecer metas impossíveis e nem metas muito fáceis, isso não será benéfico.

Aderindo a metodologia OKR de gestão de metas, os profissionais entendem melhor suas funções e são estimulados a pensar ações para atingir os resultados esperados. Passam a ter mais foco e a desperdiçar menos energia com estratégias que não garantem nenhum resultado.

E você, já implementou a metodologia OKR na sua empresa? Acompanhe nossos posts sobre gestão e equipe.

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *