Você conhece o ecossistema de startups do Centro-Oeste?

 

A região centro-oeste do Brasil, a 4º maior em número de startups no Brasil, possui um ecossistema com características próprias e com 562 startups ativas.  Então, quer conhecer mais sobre essas startups? Confira aqui alguns insights do mapeamento! 

Sobre o centro-oeste 

A região centro-oeste é a segunda maior região do Brasil em superfície territorial, formada pelos estados de Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além de Brasília. Em relação ao ecossistema empreendedor ocupa a 4º posição em relação a concentração de startups. 

Assim,  a região abriga atualmente 562 startups ativas, e a boom das iniciativas empreendedoras por lá aconteceu em 2013. 

 

 

Qual o perfil das startups?

As startups do estado estão majoritariamente em fase de operação (36%) e tração (33%). Entre os segmentos mais comuns, estão: edtech, agtech e saúde e bem estar, mas ao contrário do que se imagina, apesar da fase em que se encontram, 92% nunca receberam investimento.

 

Veja mais sobre as principais cidades! 

Entre as cidades com maior concentração das startups estão: Brasília (37,1%) / Goiânia (21,1%) / Cuiabá (11,3%). 

Brasília 

A comunidade de startups de brasília é a maior da região centro-oeste em número de startups. São ao todo 209 startups ativas, dessas 40% em fase de tração e já com 8 scale-ups o maior número entre as comunidades do centro-oeste.

Brasília por ser a capital federal e município tem um perfil econômico diferente do resto do país e do centro-oeste. Por isso, a administração é uma parte muito presente na cidade por ser sede do governo central, os ministérios e todos os organismos supremos da administração do Estado. Como consequência, a região tem uma economia de serviços de atua de forma direta ou indireta na complementaridade desses serviços.

 

Goiânia 

Capital de Goiás, Goiânia é o principal pólo econômico da região e lar da StartupGO. A cidade está entre as que mais ricas do estado. Além disso, foi uma das primeiras a começar a desenvolver uma comunidade de startups. 

Nesse cenário a cidade já conta com scale-ups que são referência, como a Easy Crédito uma fintech que nasceu em Goiânia em 2015 e hoje já tem mais de 1 milhão de propostas de crédito analisadas e a Auvo, um software de gestão de equipes que em 2018 levantou um round de 2,5 milhões.

 

 

Cuiabá

Cuiabá abriga a comunidade StartupMT nascida em 2012 e uma das comunidades mais antigas da região. Por ser a terceira maior comunidade em número de startups e 40% delas em fase de operação, a StartupMT investe muito em eventos e meetups para a fomentar a cultura empreendedora.

O agronegócio representa quase 18% das startups da região. Por isso a cidade conta com cada vez mais iniciativas de apoio surgindo como o agrihub do SEBRAE, meetup agro, agrotalk. Todas vieram para incentivar tecnologias disruptivas do agronegócio.

 

Por fim, quando estamos falando de ambiente ideal para fomentar startups, estamos falando de uma série de fatores que também influenciam no desenvolvimento de novos negócios. São eles:

  1. Cultura – eventos, imprensa e programas
  2. Densidade e diversidade – inclusão, protagonismo e infraestrutura
  3. Capital – investidores anjos e financiamentos 
  4. Ambiente regulatório – programas de governo e leis de incentivo
  5. Talentos – geração, atração e motivação
  6. Acesso à mercado – grandes empresas na comunidade

Quer conferir os dados sobre cada um desses fatores nas comunidades do Centro-oeste?

Baixe aqui o mapeamento completo da região!

 

By |agosto 21, 2019|ABStartups|

About the Author:

Ana Flávia Carrilo
Apaixonada por escrita, comunicadora por nascença e formada em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Acredita no acesso a informação como forma de transformação social. Atualmente, faz parte da equipe de comunicação da Associação Brasileira de Startups, ajudando a desenvolver o ecossistema empreendedor brasileiro.
Quer garantir seu ingresso do CASE 2019 com desconto?Comprar agora
+ +