De olho nas startups do Norte do Brasil


Você conhece as startups do norte do Brasil? Porque embora rico territorialmente, quando falamos em tecnologia e inovação no Brasil, nos acostumamos a ouvir falar sempre das mesmas regiões, especialmente sul e sudeste como destaque. De fato, essas regiões acolhem os principais pólos econômicos do país, mas, quando ampliamos nosso olhar para outras regiões, vemos que as startups já chegaram em muitos outros lugares –  e a região norte é um ótimo exemplo!


A maior região em extensão territorial do Brasil, a região norte tem desenvolvido muito seu ecossistema nos últimos anos. Hoje, às 229 startups mapeadas pelo Startupbase na região representam 2,5% das startups no país.

Panorama do ecossistema

O ecossistema do norte está distribuído entre os estados da região. Segundo o startupbase, a divisão acontece na seguinte proporção: Acre (10,4%), Amapá (6,7%), Amazonas (33%), Pará (22,6%), Rondônia (9,6%), Roraima (1,7%) e Tocantins (16%).

Entre as cidades, as capitais acabam ganhando destaque, por estarem mais próximas de fatores que consideramos essenciais para formar uma comunidade de startups:

  1. Cultura – eventos, imprensa e programas
  2. Densidade e diversidade – inclusão, protagonismo e infraestrutura
  3. Capital – investidores anjos e financiamentos
  4. Ambiente regulatório – programas de governo e leis de incentivo
  5. Talentos – geração, atração e motivação
  6. Acesso à mercado – grandes empresas na comunidade

Portanto, com esses itens a disposição, cria-se um ambiente ideal para a construção e desenvolvimento de startups. Entre as cidades do norte, confira como é a distribuição das startups:

Cidades que se destacam no ecossistema

Manaus

O município conta hoje com 76 startups mapeadas. As startups da região, são, em sua maioria, voltadas para o mercado de educação (9%), varejo e atacado (6,4%) e eventos e turismo ( 5,1%). Em relação a fase, a comunidade de startups encontra-se na fase de operação e a partir de um ano de fundação. Adotando o modelo de SaaS (31,7%), atendem ao público B2B e B2B2C (ambos 37,1%)

Por isso, a região é palco de eventos como a Conferência Amazônia de Empreendedorismo e Inovação, o DemoDay Amazonas, o Meetup Jaraqui Valley, o Startup Weekend e o VH Summit.

 

Belém

O município conta hoje com 41 startups mapeadas. Entre os mercados mais comuns da região, destaca-se comunicação e mídia (8,3%), saúde e bem-estar (6,2%) e internet (6,2%). Principalmente na fase de operação, essas startups adotam o modelo de SaaS (38,9%), atendem ao público B2B (52,6%) e possuem a partir de três anos de fundação.

Alguns empreendimentos disruptivos destacados são 4Advisory, Inteceleri, Moobi, Ocalev, Payticket, Sicombus, Yet Go e Yfit. Além disso, Belém ferve com eventos empreendedores. É possível, por exemplo, ir à Feira do Empreendedor, Demoday Amazônia Up, Hackathon da Visa, Start Day Sebrae,  Startup Launch da Kyvo e Startup Weekend.

Palmas 

O município conta hoje com 28 startups mapeadas.  Conforme a região, os mercados com maior destaque são os de construção civil (7,1%), vendas e marketing (7,1%) e eventos e turismo (7,1%). As startups predominantemente estão em fase de operação e tração e mais maduras, entre três e cinco anos de fundação.

Entre as startups locais de sucesso, temos nomes como Clube de Desconto, Investfranquias, Job Hunter, Minery e ToNoLucro. É possível encontrar apoio nas universidades (como o Centro Universitário ITPAC – Palmas e Centro Universitário Luterano de Palmas – Ulbra), programas de incentivo como o Hub – Conecta Palmas e diversos programas de mentoria e investimento.

Rio Branco

Rio Branco conta hoje com 19 startups mapeadas em nossa base de dados. A maioria, atua no setor de recrutamento, advertising e varejo/atacado (cada um representa 5,2%). As startups da região estão principalmente em fase de tração e variam entre três a seis anos de fundação. Seguindo o modelo de negócio de Marketplace (33,3%), tem o B2B (66,7%) como público alvo.

Alguns exemplos de negócios inovadores locais são Busca Peças, Lance Certo, Nativus Live e Royal Advice. Alguns grupos da região são Amazonia Valley e Aquiri Valley. As instituições de ensino IFAC e ITEC oferecem incubadoras, enquanto o Sebrae lab UFAC oferece pré-aceleração e mentoria.

Macapá

Atualmente com 15 startups mapeadas, o município de Macapá tem suas principais startups focadas em atender o mercado de advertising (6,6%), energia e construção civil. Especialmente já fase de tração, essas startups apresentam entre um a mais de seis anos de fundação. Atendendo o público B2B (62,5%), adotam o modelo de negócio do marketplace (42,9%) e SaaS (42,9%).

Algumas cases de sucesso da região são Orça Fascio, Proesc, UniVoto e Arte Amazon. Certamente, é possível encontrar apoio na região nos parques tecnológicos (Inovaparq e Ágora Tech Parq) e em programas como o Programa de Inovação com Tecnologia da Informação – PITI / PRODAP e o START AP – Pré-aceleração do SEBRAE.

 

Para conferir mais dados sobre o ecossistema, acesse o Startupbase.

Novo mapeamento da região norte

No ano passado, começamos o projeto de mapear as comunidades de startups em todo Brasil. E agora, estamos de volta para mais uma rodada de pesquisas para não só atualizar os mapeamentos, como dar o próximo passo no caminho de ajudar as comunidades com programas, projetos e necessidades de cada região.

Então, contamos com sua ajuda para isso! Se você é do norte e tem uma startup ou conhece alguma, precisamos de você!  Por isso, nos ajude a responder um questionário simples, mas que ajudará muito esse processo!

Para responder, acesse aqui.

Se você é de outra região, fique de olho em nossas redes!
Em breve vamos lançar outras pesquisas. Certamente, precisaremos da sua ajuda também.

 

 

 

About the Author:

Ana Flávia Carrilo
Apaixonada por escrita, comunicadora por nascença e formada em jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Acredita no acesso a informação como forma de transformação social. Atualmente, faz parte da equipe de comunicação da Associação Brasileira de Startups, ajudando a desenvolver o ecossistema empreendedor brasileiro.
Quer garantir seu ingresso do CASE 2019 com desconto?Comprar agora
+ +