Como o corte inteligente de custos pode acelerar o crescimento da sua startup

Aprenda as lições de um empreendedor que cresceu de 3 mil dólares para 20 milhões em apenas 5 anos

As lições são do empreendedor Josiah Humphrey. Ele e seu sócio, Mark McDonald, fundaram a Appster com apenas 3 mil dólares em 2011. Hoje, eles têm uma história de sucesso com a startup que já fatura na casa dos milhões.

Humphrey conta que sempre foi fanático pelo controle de custos, mas que também aprendeu muito durante a sua jornada. Hoje nós trazemos alguns aprendizados publicados originalmente no blog dele. As dicas se aplicam para startups de todos os tamanhos e ritmos de crescimento.

Comece de maneira enxuta e mantenha o foco no futuro

O empreendedor conta que, no início, ele e o sócio acharam que seria uma boa ideia alugar um escritório amplo e com um aluguel caríssimo. Eles pensaram que ter a responsabilidade de pagar esse aluguel os motivaria a trabalhar mais e melhor.

Logo depois de perceberem que essa estratégia não foi a mais inteligente, Josiah e Mark mudaram radicalmente. Alugaram um espaço muito simples que não tinha nenhuma infraestrutura. Segundo ele, foi um desafio trabalhar ali, mas valeu a pena.

Eles usaram os primeiros lucros para investir na empresa e não tiraram nenhum salário dela. Viveram de uma maneira muito simples e passaram por situações extremas. Ele argumenta que nem todo mundo é capaz de viver assim, mas que qualquer um pode cortar gastos.

Portanto, ele propõe que todo empreendedor comece já a fazer isso. O que você pode eliminar? O que você pode viver sem, ao menos por enquanto? Desafie-se para ser enxuto e criativo e você terá os benefícios de reinvestir em seu negócio.

Adie a contratação de funcionários em tempo integral até que se torne inevitável

Humphrey conta ainda que eles contrataram pessoal nas Filipinas para economizar em mão de obra. Ele diz que entende as críticas sobre a terceirização de mão de obra para o exterior, mas que essa estratégia foi fundamental para a empresa. Hoje, eles empregam mais de 400 pessoas no Estados Unidos, Austrália e Índia.

Eles continuaram contratando desenvolvedores freelancers enquanto foi possível e, quando a empresa cresceu o suficiente, montaram uma estratégia para o próprio time. A solução foi concentrar o time no escritório localizado na Índia.

Crie uma cultura que acredite em frugalidade

Não é difícil encontrar startups que gastam excessivamente. Mimos e benefícios em excesso não fazem parte do estilo da Appster. Segundo Josiah, eles prezam por garantir a felicidade dos funcionários de outras maneiras.

Para eles, o mais importante é ter funcionários que são apaixonados pelo que fazem e dar a eles as recompensas que merecem pelo trabalho realizado. Eles acreditam que trabalhar em uma empresa financeiramente saudável é garantia de tranquilidade para qualquer funcionário.

Por isso, a cultura da startup foi criada para valorizar a frugalidade, isto é, um estilo modesto, simples, econômico. Isso é feito em dois pontos:

1. Liderança pelo exemplo

Os sócios não voam em classe executiva, não têm carros e fazem competições para ver quem é capaz de achar o lugar mais barato para se hospedar. Eles não são os funcionários com os salários mais altos, apesar de serem os fundadores.

Eles fazem essas competições pelo menor custo quando estão sozinhos e também quanto estão com as equipes, de tal maneira que os funcionários percebem e os veem como um exemplo. Para eles, cortar gastos desnecessários é simplesmente a decisão mais sensata.

2. Capacitação e responsabilidade para os funcionários

Para eles, também é preciso fazer os funcionários entenderem porque a tal frugalidade é importante. Eles conseguem isso ao fazer cada funcionário responsável por uma parte dos custos.

É praticamente impossível um empreendedor ou mesmo uma equipe de finanças cuidar de cada pequena despesa. Por isso mesmo, eles usam funcionários de todas as áreas para tomar conta deles. Cada um fica responsável por uma conta. Fazendo isso, eles conseguem acompanhar de perto todos os gastos e descobrir possibilidades de cortá-los.

Gaste em esforços de marketing e vendas que realmente funcionem

Ao contrário do que alguns empreendedores podem pensar, marketing não é um custo irrecuperável. A grande arma da Appster para cortar custos nessa área foi trabalhar na mensuração detalhada dos resultados.

Para Josiah Humphrey, apesar de a recomendação de otimizar os esforços de marketing ser comum, a maioria das empresas não faz isso. Eles, ao contrário, começaram com o básico e com o tempo foram desenvolvendo técnicas sofisticadas para entender o que funciona ou não para a startup.

Atualmente, eles são capazes de dizer exatamente de onde vem o dinheiro da empresa, quais canais funcionam e como fazer investimentos inteligentes em marketing.

Preveja o futuro com a maior precisão possível

A recomendação aqui é adquirir o hábito de fazer previsões, mesmo que no início elas sejam modestas. Pode ser uma folha de previsão básica que lista suas vendas e despesas semanais ou mensais.

Está tudo bem se você está fazendo suposições. Afinal, é o que significa “previsão” de qualquer maneira. Começar é o que importa. Analise os números e veja as tendências. Em breve você terá uma melhor compreensão da renda e das despesas.

Padrões aparecerão e, eventualmente, você pode usar o software para executar modelos digitais e fazer cálculos mais sofisticados. A previsão não é infalível, mas é incrivelmente útil.

O conhecimento é poder, não um fardo

Muitos empreendedores preferem não olhar para números detalhados ou afirmam não ter tempo para isso. No entanto, esse pode ser um grande erro. Para Humphrey, saber que a empresa está batendo as metas em termos financeiros é o que o faz dormir tranquilo.

Se o empreendedor não tem experiência nisso, pode ser o caso de encontrar sócios que tenham ou mesmo contratar alguém. O importante é ter conhecimento e informações suficientes e usá-los ao seu favor para melhorar o negócio.

Por exemplo, se você ou a sua equipe sabem em que época do ano as vendas caem, poderão se programar para criar ações que invertam essa tendência.

Não se esqueça de ganhar mais $$

Para o empreendedor, cortar custos é definitivamente fundamental, mas tão importante quanto isso é ganhar dinheiro. Para isso, o marketing e as técnicas de vendas não podem ser esquecidas.

A palavra-chave aqui não deveria ser apenas cortar, mas otimizar. Corra de forma mais eficiente. Use menos combustível financeiro para ir mais longe, mais rápido.

Defina sistemas, ciclos e horários

Por fim, a vida de um empreendedor pode não ser fácil. São muitos desafios e, para enfrentá-los, você vai precisar de basicamente duas coisas:

  • ritmo: crie ciclos de revisão para planilhas de previsão, relatórios de vendas e marketing e quaisquer outras medidas que você resolveu fazer. Das sessões de planejamento anual às avaliações mensais, semanais e diárias, crie um cronograma.
  • disciplina: uma vez que o cronograma está definido, fique com ele. Seja intenso no rastreamento e monitoramento de seus números mais críticos. Delegue itens que não exigem sua atenção individual e depois revise os relatórios. Seja consistente.

Crie um ritmo consistente e repetitivo à medida que gerencia as despesas e otimize as vendas. A disciplina cria liberdade. Libera seu tempo para focar, ser mais criativo e criar um negócio realmente, realmente incrível.

E então, gostou das dicas do Josiah Humphrey? Se inspirou com a história dele? Aproveite para ler o artigo completo em inglês e descobrir ainda mais!

By |dezembro 4, 2017|Equipe e cultura|

About the Author:

InovAtiva
Este artigo foi produzido pela equipe do InovAtiva Brasil, programa de Aceleração de Startups realizado pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), pelo Sebrae e com execução da Fundação Certi.