Porque aplicar Go to Market na sua startup

Você teve uma ideia de negócio, testou, prototipou, começou a operar, mas ainda não está conseguindo atingir completamente seu público alvo? É aí que entra a estratégia Go To Market. Apesar dessa estratégia ser muito relacionada a lançamento de produtos, ela também pode ser usada para ajudar empresas a se reorganizarem e definirem como se relacionar com seu público.

Afinal, o que é Go to Market ?

A tradução de Go To Market é “ir ao mercado” e é exatamente isso que ela faz. Essa estratégia ajuda sua startup a definir como você vai atingir seus consumidores e aumentar sua competitividade.        

Go to Market

A estratégia é diferente de um plano de negócios. O objetivo principal dela é definir um plano de ação para entregar seu produto ou serviço da maneira mais eficaz possível.

Para definir sua estratégia você precisa conseguir responder quatro perguntas:

– O que você está vendendo?

– Para quem você está vendendo?

– Como você vai atingir seu público-alvo?

– Em que canais você vai promover seu produto ou serviço?

Responder essas perguntas é bem mais difícil do que parece. É preciso ter uma noção muito clara da sua proposta de valor, porque é ela quem vai orientar quem é o seu público-alvo. Só a partir de uma visão refinada do seu público é possível pensar em como atingi-lo e criar um plano forte de vendas.

Por que é importante desenvolver uma estratégia de Go to Market?

Agora que você já sabe o que é Go to Market, você deve estar se perguntando porque implantar essa estratégia na sua empresa? Para lançar seu produto ou definir um plano de vendas, você precisa ter um planejamento muito bem estruturado com definições claras sobre a sua estratégia de canal, produto e customer experience.

Ao aplicar a estratégia Go to Market você e sua equipe vão ter uma plano de ação completo e vão saber responder perguntas cruciais como: quais empresas são suas principais competidoras? Como atingir seu público e como fidelizá-lo?

A estratégia Go to Market, quando bem aplicada, permite que você tenha um plano de ação estruturado que cobre aspectos chave da estratégia em torno do seu produto. Usando essa estratégia você consegue fazer com que toda a sua equipe fique alinhada e entenda a proposta de valor do produto e como vai ser a execução de cada passo do plano de vendas. Mais que isso, todos passam a conhecer as necessidades do consumidor durante todo o ciclo de vendas e sabem quais são as estratégias desde que o consumidor ouve o nome do produto pela primeira vez até a renovação ou cancelamento.

O Go to Market faz com que a sua startup tenha uma visão ampla, acesse informação e levante inúmeras possibilidades antes de por um plano em prática.  Mudar seus planos durante o caminho pode custar muito para sua empresa, assim como não olhar todos os cenários possíveis. Aplicar Go to Market na sua startup vai por o negócio para funcionar rapidamente, sem atropelar fases e sem agir por impulso.

Quer aprender a implantar essa estratégia na sua startup? Veja o ABStalks sobre Go to Market com Horácio Poblete e Tatiane Pezoa da TrustVox!

Conheça todas as edições do ABStalks aqui. 

About the Author:

Luiza Zambrana
Formada em Jornalismo pela Universidade Presbiteriana Mackenzie é pesquisadora de crítica genética e estudos da criação, voluntária em iniciativas educacionais e apaixonada por transformação social. Começou sua trajetória no empreendedorismo atuando no apoio a empreendedores sociais e atualmente faz parte da equipe de comunicação da Associação Brasileira de Startups.
Quer garantir seu ingresso do CASE 2019 com desconto?Comprar agora
+ +