fbpx

5 métricas fundamentais para o sucesso da sua startup

Você já sentiu dificuldade em medir e apresentar os resultados da sua startup?

Escolher as métricas certas ajuda você a entender como está o rendimento da sua startup e como evoluir seu modelo de negócio.

O grande problema é que nem sempre sabemos quais dados devem ser medidos e quais são os indicadores mais importantes. É muito fácil se perder entre tantos números e deixar de priorizar os que realmente fazem sentido para o seu negócio.

Como resolver esse problema? Dave McClure, investidor e um dos fundadores da 500 startups, uma das aceleradoras mais famosas do mundo selecionou cinco métricas que ele considera fundamentais para medir o sucesso de uma startup. Essas cinco métricas ele nomeou de Métricas do Pirata!

Você deve ter ficado com duas dúvidas:

  1. Quais são as métricas?
  2. Por que “métricas do pirata”?

Respondendo suas perguntas, as cinco métricas são: aquisição, ativação, retenção, receita e recomendação. Mas por que pirata? Bom, para o Dave as iniciais das métricas juntas tem uma fonética parecida com um som de pirata AARRR…

Explicamos a função delas nesse vídeo.

Deixando os detalhes de nomenclatura de lado, por que essas métricas são tão importantes? Elas funcionam mesmo para qualquer modelo de negócio?

É indispensável que você observe quais indicadores fazem sentido para o seu modelo de negócio. Essas cinco métricas em sí estão intimamente ligadas com os estágios de desenvolvimento de qualquer startup, como um processo que todos os negócios passam naturalmente.

metricas do pirata

Vamos falar um pouco sobre cada uma dessas métricas e do peso que elas tem no dia a dia da sua startup.

Aquisição:

A métrica de aquisição trata diretamente da forma com que você atrai possíveis clientes para a sua proposta de valor. A regra é simples, quanto mais pessoas você impacta, mais chances de ter novos clientes.

Indicadores comuns dessa métrica são o número de visitantes no site, número de downloads, taxa de rejeição de uma landing page, entre outros.

Ativação:

A métrica de ativação diz respeito ao número de usuários ativos interagindo ou utilizando a sua solução. Existe uma relação de complemento entre a a aquisição e a ativação, afinal, não adianta nada atrair uma multidão para o seu site se eles não executam nenhuma ação e saem rapidamente da sua plataforma. Procure por indicadores que apontem como o seu cliente tem interagido com seu conteúdo, como número de comentários, número de downloads, número de compartilhamentos, atualizações, postagens e por ai vai.

Retenção:

Essa é a métrica chave na validação do seu produto. A taxa de retenção te indica quantos clientes continuam usando a sua solução. Uma baixa taxa de retenção indica que a sua proposta de valor talvez não resolva uma necessidade real do seu cliente.

Alguns indicadores interessantes são: número de usuários ativos na plataforma, índice de satisfação do cliente, etc.

Receita:

Essa métrica diz respeito a capacidade da sua empresa em gerar receita. Obviamente ela deve estar sempre em crescimento, indicando a viabilidade e capacidade de expansão da sua empresa. Indicadores importantes são lucratividade e faturamento.

Recomendação:

Explicando de forma simples, é a capacidade da sua empresa conseguir novos clientes por indicação. Aqui nós observamos a capacidade de viralização do seu negócio. Uma conta bem comum para se medir o “coeficiente de viralização” da sua empresa é observar quantos clientes convidam novos usuários, quantos usuários foram convidados e a porcentagem de aceite.

Próximos passos

Bom, agora que você já sabe quais métricas são importantes para o sucesso da sua startup, o que fazer?  Escolha os indicadores que fazem mais sentido com o seu modelo de negócio, entenda o real significado de cada métrica e analise seus dados buscando aprimorar sempre sua forma de trabalhar e os seus resultados!

 

3 Comments

  1. Pingback: Anônimo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *