5 erros que podem fazer sua startup fracassar

Inúmeros erros cometidos por empresários de primeira viagem podem comprometer a vida de uma startup de tal forma que o empreendimento se torne economicamente inviável. Isso é mais comum do que se imagina, tendo em vista que normalmente uma startup se lança em um universo novo e depende muito da aceitação do público ao novo produto/serviço para se manter viva.

Um dos principais motivos causadores de falências das startups é a falta de aceitação do produto/serviço pelo mercado. Assim, muitos empreendedores podem até ter uma boa ideia, mas ela pode acabar não se transformando em um negócio economicamente rentável.

Um levantamento feito pela Fundação Dom Cabral aponta que 50% das startups fundadas no país não sobrevivem depois de quatro anos. A Fundação analisou apenas startups e descobriu que 25% delas fecham no primeiro ano de vida e 75% não chegam a 13 anos. Um fator que é visto como grande vilão é a falta de capital, mas a falta de clientes pode ser ainda pior. Confira a seguir os erros mais comuns que podem fazer sua startup fracassar.

 

Erros que podem fazer sua startup fracassar

Muitas dessas empresas fracassam por cometerem erros comuns, assim, segue uma pequena lista com alguns exemplos desses erros que prejudicam a sua startup.

Não planejar seus gastos

Muitas empresas já começam desprezando essa parte tão importante para a sobrevivência de um empreendimento. Não planejar corretamente os gastos, pode culminar no desenvolvimento de estratégias que são simplesmente insustentáveis a médio e longo prazo. Lançam promoções, cobram um valor menor que o valor do próprio produto, assim, não conseguem fechar a conta e nem crescer de forma sustentável. Portanto, antes de qualquer coisa a palavra-chave é: planejamento.

Começar com os sócios errados

Ora, se funcionário errado já é algo negativo para sua empresa, imagine aquele com quem você troca ideias e toma decisões. Portanto, analise bem o perfil daquele amigo com quem queira começar um negócio e lembre-se: amigos, amigos, negócios à parte.

Não ter dinheiro suficiente

É o que tende a acontecer caso o empresário não calcule devidamente seus gastos mensais antes de fazer o investimento e não se realize a receita esperada. A falta de dinheiro gera outros problemas, impedindo, principalmente, a sustentabilidade do negócio.

Receber críticas negativas e não monitorar

Sites como o Reclame Aqui são uma ferramenta poderosa para o cliente insatisfeito colocar a boca no trombone e detonar sua empresa. Assim, mesmo após a venda ser feita ou o serviço ter sido prestado, o trabalho não acabou. É importante acompanhar as opiniões dos clientes e entender suas necessidades, a fim de ajudá-los com qualquer problema e receber feedbacks. Tudo isso ajudará na melhoria constante da visão que os clientes têm do seu negócio, pois, provavelmente, a aceitação dos primeiros será o pontapé inicial para o sucesso da startup.

Erro ao identificar público-alvo

Pode acontecer de haver engano em relação ao público-alvo e o marketing acabar atacando o alvo errado, gerando dispêndio desnecessário de capital, energia (física e mental) e principalmente tempo. Assim, identifique bem o público alvo antes de mais nada.

É importante que se conheçam as causas da falência de outras startups para que a sua não acabe nesta estatística. Pois, mais importante que combater os efeitos (que podem ser feitos de maneira tardia), é combater as causas, para que, assim, suas chances de sucesso e principalmente, continuidade, aumentem.

Gostou dessas informações sobre startups?

By |julho 14, 2016|Primeiros passos|

About the Author:

ABStartups
A Associação Brasileira de Startups foi fundada para promover e representar as startups brasileiras. Nós trabalhamos para tornar o Brasil uma das cinco maiores potências em inovação e empreendedorismo tecnológico. Tem uma startup e quer fazer parte desse movimento? Associe-se!