fbpx

5 dicas para um melhor controle financeiro empresarial

Controlar as finanças nem sempre está no topo das prioridades dos empreendedores. Na correria do dia a dia, startups acabam não dedicando tempo suficiente para uma organização financeira eficiente.

O deslize de não manter as finanças controladas coloca muitas empresas em risco. A situação se torna ainda mais complicada quando o empreendedor não tem conhecimento sobre certos conceitos do mercado financeiro, como capital de giro, fluxo de caixa, lucro e faturamento, o que o impede de saber a real situação financeira do seu negócio.

x-dicas-para-um-melhor-controle-financeiro-empresarial29979

Pensando nisso, elaboramos algumas dicas para um melhor controle financeiro empresarial. Ficou curioso? Acompanhe nosso post de hoje!

1. Comece com um bom planejamento

Item fundamental para um controle eficiente das contas da empresa: fazer um bom planejamento financeiro. Muitos empreendedores pulam esta etapa e acabam caindo nas armadilhas do descontrole de gastos.

Para uma gestão financeira assertiva é essencial ter todas as contas da empresa na ponta do lápis. Isso possibilita ao gestor saber quais são as despesas fixas e variáveis, quais os gastos do período e quais as entradas de recursos em caixa.

Seja por meio de planilhas ou de um sistema automatizado, tudo que envolver a entrada e saída de dinheiro na empresa deve ser devidamente registrado. Dedicar um tempo para organizar as informações e criar uma rotina de registro das movimentações é o primeiro passo para um controle financeiro empresarial eficiente.

2. Saiba tirar informação da Demonstração do Resultado do Exercício (DRE)

O Demonstrativo de Resultado do Exercício (DRE) é um importante instrumento que possibilita saber se, em um determinado período, a empresa teve lucro ou prejuízo.

É preciso que o Demonstrativo de Resultados esteja bem estruturado para que, a partir dele, o gestor possa acompanhar a situação financeira da empresa e estabelecer estratégias que possam melhorar seu desempenho.

Com as informações geradas na DRE é possível planejar investimentos, realizar aplicações, saber a hora certa de procurar um empréstimo ou financiamento, tudo sem afetar as contas e as operações da empresa.

3. Fluxo de Caixa

Indispensável em qualquer tipo de empresa, independentemente do porte e segmento, o fluxo de caixa é um instrumento de gestão que oferece ao empreendedor identificar e analisar todas as entradas e saídas de caixa num determinado período. Além disso, garante que as despesas sejam mantidas sob controle, o que evita surpresas desagradáveis no futuro.

Toda e qualquer movimentação financeira na empresa deve compor o fluxo de caixa. Além disso, é necessário que o gestor estabeleça uma periodicidade de análise para avaliar os dados e conhecer exatamente qual o desempenho da empresa. Assim, a tomada de decisão é mais assertiva e tomada com antecedência.

4. Invista em tecnologia

Anotar no papel, utilizar planilhas e outras ferramentas que não integram informações e não possibilitam a geração de relatórios e indicadores, já não faz mais parte da rotina das empresas.

Ao adotar um software de gestão financeira, o gestor passa a concentrar num só lugar todas as informações de entrada e saída de recursos da empresa, sem depender de centenas de planilhas de Excel e uma montanha de papéis.

 VEJA TAMBÉM FERRAMENTAS COM DESCONTO PARA ASSOCIADOS DA ABSTARTUPS  

Além disso, é possível integrar todos os setores da empresa e manter os dados atualizados em tempo real e, melhor, com a possibilidade de serem visualizados de qualquer lugar e em qualquer hora, basta apenas estar conectado à internet.

5. Capital de Giro

Todo tipo de empreendimento precisa ter uma certa quantia de dinheiro reservada para as operações diárias. Na falta deste recurso, muitas atividades deixam de ser realizadas e até o próprio negócio, em muitos casos, se torna inviável.

Mas muito além de ter dinheiro disponível em caixa, é preciso saber administrá-lo. O capital de giro serve para a empresa honrar com seus compromissos imediatos e lidar com problemas de última hora. É preciso entender que ele precisa também estar reservado para suprir necessidades imprevistas.

Quer mais dicas para otimizar o seu negócio? Conheça os webinars educativos da ABStartups. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *